CCEP-FM

MUSICA

90,1 MHZ

CCEP-FM 

ESPORTE

90,1 MHZ

CCEP-FM

NOTICIAS

90,1 MHZ

CCEPONLINE

A RÁDIO QUE TOCA O SOM DO CÉU

                                                                                                                                                                        

Anunciantes

SincPlay
wGravBr
skyradios
Jornal da Manhã

Bispo permanece na prisão após libertação de doze padres católicos romanos

Doze padres católicos romanos que tinham sido detidos como prisioneiros políticos foram libertados e forçados ao exílio. Os 12 padres foram detidos arbitrariamente sob diversas acusações e por períodos de tempo variados, mas foram libertados na sequência de negociações entre o Vaticano e o governo da Nicarágua.

Em 18 de Outubro, o regime de Ortega emitiu uma declaração nomeando os 12 padres que tinham sido libertados e afirmando que demonstrava “a vontade e o compromisso permanentes [do governo da Nicarágua] em encontrar soluções”.

Segundo o Vatican News , Matteo Bruni, diretor da assessoria de imprensa da Santa Sé, confirmou que os 12 sacerdotes foram para o exílio e seriam acolhidos e alojados em instalações pertencentes à Diocese de Roma, na Itália.

O bispo de Matagalpa, Rolando Álvarez Lagos, não foi citado entre os libertados. O bispo foi colocado em prisão domiciliária em agosto de 2022 e, em fevereiro de 2022, foi destituído da sua nacionalidade nicaragüense e dos seus direitos civis para o resto da vida, e condenado a 26 anos de prisão. Atualmente está detido na prisão La Modelo Tititapa.

Seis dos sacerdotes enviados ao exílio foram detidos durante os primeiros nove dias de outubro. No dia 11 de Outubro, o Conselho de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou por unanimidade uma resolução na qual condenava a prisão dos seis padres e instava o governo da Nicarágua “a libertar imediata e incondicionalmente todos os presos políticos… a abster-se de reprimir e deter arbitrariamente líderes da Igreja Católica… (e) anular as normas que permitem que os cidadãos sejam arbitrariamente privados da sua nacionalidade.' Os outros padres ficaram detidos por períodos mais longos.

A libertação dos 12 padres segue-se a uma publicação no X (antigo Twitter) do Centro Interamericano de Assistência Jurídica em Direitos Humanos (CALIDH), a 16 de Outubro, que afirmava que pessoas estavam a ser assediadas pela polícia da Nicarágua, com agentes a identificarem-se como parte da 'inteligência'. Os afectados disseram à CALIDH que lhes está a ser oferecida prisão ou exílio.

A Chefe de Advocacia da CSW, Anna Lee Stangl, disse: 'Estes desenvolvimentos não devem ser vistos como um gesto de boa vontade por parte do governo. Isto faz parte de uma tendência preocupante em que aqueles que são considerados críticos do governo e, portanto, “perigosos” são confrontados com uma decisão injusta de prisão ou exílio. Embora saudemos a libertação dos 12 padres que estavam detidos como presos políticos pelo regime de Ortega, é injusto que tenham sido privados da sua cidadania e forçados ao exílio em troca da sua liberdade. Continuamos a apelar à libertação imediata e incondicional do Bispo Álvarez Lagos e de todos os outros presos políticos. Instamos a comunidade internacional a responsabilizar o Presidente Ortega e o seu regime pela contínua repressão às vozes independentes no país.'

Nota aos Editores

Os padres que foram enviados para o exílio forçado são:
José Leonardo Urbina Rodriguez – preso em setembro de 2022
Manuel Salvador García Rodríguez – condenado em junho de 2022 a dois anos de prisão
Jaime Iván Montesinos Sauceda – preso em maio de 2023
Pastor Eugenio Rodríguez Benavides – preso em maio de 2023
Fernando Israel Zamora Silva – preso em julho de 2023
Osman José Amador Guillén – preso em setembro de 2023
Julio Ricardo Norori Jiménez - preso em outubro de 2023
Cristóbal Reynaldo Gadea Velásquez - preso em outubro de 2023
Álvaro José Toledo Amador - preso em outubro de 2023
José Iván Centeno Tercero - preso em outubro de 2023
Yessner Cipriano Pineda Meneses - preso em outubro de 2023
Ramón Esteban Angulo Reyes - preso em outubro de 2023

 

 

Semeador Apoie!

 

 

CONTA CORRENTE

 

 

NOSSA GRADE

05:00
Café com Notícia
Seg a sex

 

07:00
jornal da Manhã
Seg a Sab

 

08:00
Devocional
Seg a Sex

 

08:00
Sabbat Shalom
Sabado

 

10:30
Luiz Saião
Seg a Sex

 

10:30
Hist das Missões
Sabado

 

11:30
Alexandre Garcia
Seg a Sex

 

12:00
Rota 66
Sabado

 

13:00
Giro Noticia
Seg a Sex

 

14:00
Atraves da Biblia
Seg a Sex

 

15:00
Girando com
a noticia
Seg a Sex

 

16:30
Alexandre Garcia
Seg a Sex

 

17:00
Esporte News
Seg a Sex

 

18:00
Reporter Noticia
Seg a Sex

 

19:00
A voz do Brasil
Seg a Sex

 

20:00
Dociê kim Paim
Seg a Sex

 

20:00
Hist da Igreja
Sabado

 

22:00 
Coutry Gospel
Sabado

JM-Donwload

APP para androide

APP para windows

 

  APP WINDOWS

Visitantes

Temos 234 visitantes e Nenhum membro online

Contatos

CONTATOS

SKYPE: Pr.vilson.sales
CEL: 55+21-96548-8214

 

 

Porque amo Israel!!

Orai pela Paz de Yaushalaim
E propsperarão aqueles que te amam!

Alegrei-me quando me disseram:
Vamos à casa de YAUH.
Os nossos pés estão dentro das tuas portas,
Ó Yaushalaim.
Yaushalaim está edificada
Como uma cidade que é compacta.
Onde sobem as tribos, as tribos de YAUH
Até ao testemunho de Israel
Para darem graças ao nome de YAUH.
Pois ali estão os tronos do juízo
Os tronos da casa de Davi.
Orai pela paz de Jerusalém
Prosperarão aqueles que te amam.
Haja paz dentro de teus muros
E prosperidade dentro dos teus palácios.
Por causa dos meus irmãos e amigos
Direi: Paz esteja em ti.
Por causa da casa do YAUH nosso PAI
Buscarei o teu bem.
Salmos 122:1-9