90,1 mhz rj

musica

informação

90,1 MHZ RJ

WWW.CCEPONLINE.COM.BR

O julgamento começa para os acusados ​​de ataques incendiários na igreja

O julgamento de nove réus acusados ​​de atear fogo a uma igreja em Omdurman, Cartum, começou em 29 de novembro no Tribunal Criminal de Dar-Alsalam, marcando os primeiros processos por danos a uma igreja na história do país.

Um total de 14 pessoas são acusadas dos ataques à igreja; um está sendo julgado em um tribunal separado para menores, enquanto os quatro restantes estão escondidos.

O julgamento está relacionado a uma série de ataques a um prédio de igreja pertencente à Igreja de Cristo do Sudão (SCOC) em Jabarona, Omdurman, que ocorreram desde dezembro de 2019. A igreja foi inicialmente atacada por extremistas quatro vezes entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020 .

Em março, após telefonemas da CSW, o Ministro de Assuntos Religiosos e Dotações do Sudão, Sr. Nasr al-Din Mufreh, prometeu investigar os ataques, assinando uma ordem ministerial que nomeou comissários para realizar a investigação.

Apesar disso, a igreja foi novamente atacada em 14 de agosto de 2020. Posteriormente, em 22 de agosto, os 14 réus enviaram uma carta à autoridade local de Ombada pedindo-lhes para limpar a praça onde a igreja está localizada dentro de três meses e ameaçando realizar a ação se isso não fosse feito.

Os réus não negaram o envio da carta. Fontes da CSW relatam que a próxima audiência de julgamento será realizada em 21 de dezembro.

O presidente fundador da CSW, Mervyn Thomas, disse: “A CSW dá as boas-vindas aos primeiros processos criminais de indivíduos acusados ​​de danificar uma igreja no Sudão. Este é um passo significativo na promoção de uma sociedade justa e equitativa. Também pedimos às autoridades sudanesas que levem os restantes suspeitos à justiça. Responsabilizar os responsáveis ​​por violações do direito à liberdade de religião ou crença é um meio fundamental de garantir que esse direito seja respeitado para todos os cidadãos sudaneses ”.

Em um desenvolvimento separado, em 13 de novembro o Presidente do Conselho de Soberania do Sudão, Abdel Fattah Abdelrahman al-Burhan, anunciou uma anistia geral para "qualquer pessoa que portasse armas, participasse de qualquer operação militar ou de guerra, ou contribuísse para qualquer ato ou declaração relacionada a operações de combate. " O anúncio concede efetivamente um perdão a todos os envolvidos em qualquer ação militar, incluindo os responsáveis ​​pelo bombardeio de casas e igrejas nas montanhas Nuba, que resultou na morte de milhares de pessoas e no deslocamento de muitas outras.

Mervyn Thomas acrescentou: “A CSW está profundamente preocupada com a concessão de uma anistia geral que efetivamente perdoa os responsáveis ​​por violações flagrantes de direitos humanos, incluindo a morte de civis inocentes no Kordofan do Sul e em Darfur. Embora estejamos aliviados pelo fato de a anistia não ter sido estendida àqueles procurados pelo Tribunal Penal Internacional ou enfrentando acusações criminais, apelamos ao Conselho de Soberania do Sudão para garantir que todos os responsáveis ​​por violações de direitos humanos, incluindo violações históricas, sejam detidos para contabilizar. ”

Temos 34 visitantes e Nenhum membro online

CONTATOS

SKYPE: Pr.vilson.sales
CEL: 55+21-96548-8214

sales@cceponline.com.br

 

 

Link1 | Link2 | Link3

Copyright © 2020. All Rights Reserved.Radio.ccep.Fm