90,1 mhz rj

musica

informação

90,1 MHZ RJ

WWW.CCEPONLINE.COM.BR

Bangladesh: Cristãos atacados por quererem construir uma igreja

Cerca de 20 famílias cristãs do norte de Bangladesh foram atacadas por uma multidão enfurecida e expulsas de sua vila muçulmana apenas porque queriam construir uma igreja. A CSI forneceu assistência emergencial para garantir alimentação e

acomodação para as vítimas e também cobriu seus custos médicos.

Os diaristas Satar Sheikh e Shomsher Ali haviam viajado a noite toda em busca de uma chance de conhecer o gerente de projeto da CSI e relatar os tristes acontecimentos dos últimos meses. Era fevereiro, pouco antes de o bloqueio do coronavírus tornar todas as viagens impossíveis.

Satar e Shomsher pertenciam à comunidade cristã da vila de Hori Ram, fundada há 18 anos, quando os missionários locais fizeram seus primeiros convertidos. Em 2018, o número de famílias cristãs na vila havia crescido para 20. A comunidade cristã decidiu realizar um sonho antigo e construir sua própria igreja com os fundos que juntaram.

Atacado por uma multidão enfurecida

Isso foi demais para alguns de seus vizinhos muçulmanos que de repente perceberam o quão grande a comunidade cristã havia se tornado. “Eles nos colocaram sob constante pressão para retornar ao Islã”, disse Satar, em cujo terreno a igreja seria construída. “Eles não nos permitiam entrar nas lojas, não conseguíamos mais trabalho nos campos e nossos filhos foram excluídos da escola”.

As tensões aumentaram até 6 de dezembro do ano passado, uma multidão enfurecida de mais de 50 pessoas atacou as famílias cristãs e destruiu suas casas. Satar foi um dos que sofreram ferimentos graves.

Expulsas da aldeia, as famílias se esconderam na floresta ou encontraram refúgio com parentes. Mais tarde, alguns conseguiram voltar para casa. Mas muitos, incluindo Satar, ainda estão deslocados. O diarista não vê sua esposa e filhos há meses: eles foram acolhidos por seus sogros muçulmanos, que deixaram claro que Satar não era bem-vindo.

“Não vamos nos esconder”

Apesar de receber ameaças, Satar teve coragem de ir à polícia, mas a resposta não foi o que esperava ouvir. “A polícia me aconselhou a voltar ao Islã para evitar problemas no futuro”, disse ele ao nosso gerente de projeto.

Foi somente quando o parceiro local do projeto de CSI interveio que a polícia concordou em investigar o caso. Nosso parceiro de Bangladesh também garantiu que as vítimas recebessem cuidados médicos, bem como alimentação e acomodação.

“Não seria mais fácil retirar a reclamação e voltar a viver uma vida normal?”, Quis saber nosso gerente de projeto. “Não, a injustiça que sofremos deve ser trazida à luz”, respondeu Satar.

“Como cristãos, não queremos nos esconder, queremos viver nossa fé abertamente.”

Temos 76 visitantes e Nenhum membro online

CONTATOS

SKYPE: Pr.vilson.sales
CEL: 55+21-9684-22642

sales@cceponline.com.br

 

 

Link1 | Link2 | Link3

Copyright © 2020. All Rights Reserved.Radio.ccep.Fm