www.cceponline.com.br

A RÁDIO QUE TOCA O SOM DO CÉU

Redes sociais

Programação

08:00:Devocional: programa religioso de 2º a 6º Apresentado pelo Pr.Vilson Sales

08:00:Devocional: Todo Sadabo programa Religioso de oração e estudo da palavra apresentado pelo Pr.Vilson Sales

09:00:Ccepnews: Noticiario em Duas edições de 2º a 6º 1º Edição as 09:00H 2º Edição as 18:00 

11:00:Vidas em avivamento:: de 2º a 6º programa religioso gravado

20:00:Top Gospel Brasil:  de 2º a Sábado programa religioso gravado

 

Casa de Paz

Casa de Paz
Uma ferramenta de evangelismo Bíblica e eficaz.

Este projeto tem por objetivo executar uma estratégia desenvolvida com sucesso pela comunidade Cristã de Ribeirão preto e depois adotada por muitas igrejas no Brasil e no exterior. leia mais

Tempo

 

Crimes virtuais

Visitantes

Temos 375 visitantes e Nenhum membro online

Avaplayer

O AVAplayer é um software de automação para rádios, que se encontra atualmente a funcionar em várias rádios portuguesas e estrangeiras.

Trinta e cinco cristãos são soltos da prisão na Eritreia
Eritréia
Sultão é nomeado em região do Chade
Chade
Esperança para o Oriente Médio
Iraque
Pastor é obrigado a beber urina de vaca no Butão
Butaõ
Ameaças não conseguiram pará-lo
Laos
Nigéria nega pagamento de resgate das meninas de Dapchi
Nigéria
Reconstruindo o futuro de jovens no Iraque
Iraque
Igrejas são fechadas e demolidas em cidades da China
China
Missionárias são agredidas em vila budista de Mianmar
Mianmar

Governo anuncia que pena de morte por blasfêmia não será revogada mesmo se vítima se arrepender. Na última sexta-feira, 17, a Mauritânia anunciou que o arrependimento não alterará a pena de morte por blasfêmia ou apostasia. O ministro da justiça, Brahim Ould Daddah, disse: “Todo muçulmano, seja homem ou mulher, que zombe ou insulte Maomé e seu anjos, livros etc, é passível de pena de morte, sem ser ordenado a se arrepender. Estarão sujeitos à pena de morte mesmo que se arrependam”.

O governo do país da África Ocidental disse em um comunicado que apresentaria um novo projeto de lei para “endurecer as penas para blasfemos”, segundo o site de notícias News24. A Constituição da Mauritânia afirma que o islamismo é a religião do povo e do estado, e quase toda a população é de muçulmanos sunitas. O pequeno número de não-muçulmanos é formado, em sua maioria, por cristãos estrangeiros. Muçulmanos que se convertem ao cristianismo enfrentam pressão da família por serem vistos como alguém que envergonha a tribo ou grupo étnico.

O anúncio do ministro da justiça seguiu-se a protestos populares de conservadores na semana passada. Eles protestavam contra a libertação, no dia 9 de novembro, de um blogueiro que havia recebido pena de morte por suposta blasfêmia. Cheikh Ould Mohamed Ould Mkheitir estava preso desde janeiro de 2014, quando uma apelação judicial reduziu a pena de morte para dois anos de prisão. Ele foi acusado por um artigo em que criticou “a justificativa religiosa para a discriminação na sociedade mauritana”.

Mkheitir escreveu, entre outras coisas, contra o mau tratamento da população negra, “resultando numa ordem social iníqua, com uma subclasse marginalizada e discriminada desde o nascimento”, como informa o News24. O país, onde a escravidão foi abolida em 1981, tem um grande contingente de ex-escravos, sendo que Mkheitir é um deles. No entanto, a escravidão ainda é praticada. Embora a Constituição garanta liberdade de expressão e pensamento, na prática isso não é uma garantia.

0
0
0
s2sdefault

Translate

Aplicativo

Agora você já pode levar e ouvir a Radio ccep em qualquer lugar basta baixar e instalar em seu celular ou tablet  Androide nosso app está disponível na loja Google Play

Drogas



MSF Doe agora

 A Organização médicos sem fronteiras precisa de sua ajuda entre no site e faça seu cadastro seja um doador mantenedor dos medicos sem fronteiras. aqui

Contatos

SKYPE: Pr.vilson.sales
CEL: 55+21-9684-22642

sales@cceponline.com.br

 

 

Doações

 

Link1 | Link2 | Link3

Copyright © 2017. All Rights Reserved. Rádio cceponline