90,1 mhz rj

musica

informação

90,1 MHZ RJ

WWW.CCEPONLINE.COM.BR

Grupo extremista prende aldeões yazidi

Homens armados pertencentes ao grupo islâmico Faylaq Al-Sham (Batalhão Al-Sham), que é filiado à Irmandade Muçulmana, lançaram uma série de prisões em várias aldeias Yazidi perto de Afrin, no noroeste da Síria, em 4 de dezembro.

Fontes da CSW relatam que cinco homens foram presos na vila de Basofan e levados a um centro de detenção em uma vila próxima chamada Iskan. Os homens foram nomeados como Ali Kazem Ali, 22; Basel Hussein, 22; Samer Hussein, 35; Delbrin Aarbo e Ahmed Hindi, 32. O grupo islâmico acusou os detidos de ingressarem no Partido da União Democrática (PYD), um partido político curdo cuja ala militar luta contra a Turquia.

De acordo com fontes da CSW, Aarbo foi especialmente espancado e liberado algumas horas após sua prisão porque estava sangrando muito. Aarbo já havia sido alvo de uma tentativa de assassinato quando homens armados de Failaq Al-Sham atiraram nele duas vezes no abdômen em 30 de abril de 2020. Ele teria se recusado a evacuar sua casa em Basofan quando um comandante islâmico tentou confiscá-la.

O grupo também prendeu vários civis nas aldeias vizinhas de Kabashin e Baaya. Fontes da CSW sugerem que as prisões são parte de uma campanha em andamento para aterrorizar os yazidis locais e forçá-los a deixar ou se converter ao Islã.

O presidente fundador da CSW, Mervyn Thomas, disse: “A CSW está alarmada com essas prisões, que destacam as violações em curso enfrentadas pela comunidade Yazidi em Afrin. Exortamos a Turquia, em particular, a restringir os grupos extremistas que funcionam sob seu comando e a garantir que os direitos de todos aqueles que vivem em Afrin sejam plenamente defendidos e respeitados, independentemente de sua religião ou crença. Também apelamos à comunidade internacional para manter um escrutínio intenso sobre a situação em Afrin, responsabilizando os responsáveis ​​pelas violações dos direitos humanos. ”

Em 5 de dezembro, o Grande Sacerdote do Templo de Lalish, Baba Shawish, implorou à comunidade internacional que ajudasse os Yazidis da região de Afrin a voltar para suas casas. Ele disse: “Todo mundo foi maltratado em Afrin, mas foi pior para os Yazidis por causa de sua religião”.

Temos 15 visitantes e Nenhum membro online

CONTATOS

SKYPE: Pr.vilson.sales
CEL: 55+21-96548-8214

sales@cceponline.com.br

 

 

Link1 | Link2 | Link3

Copyright © 2020. All Rights Reserved.Radio.ccep.Fm